Páginas

6 de jun de 2011

Inspirações para casa nova II projetando cozinha

Vi esse post no site da tok stok e achei muito útil
PLANEJAMENTO
Para ter uma cozinha prática e eficaz é preciso planejar. É importante projetar a distribuição dos módulos necessários no espaço disponível da melhor forma, procurando o máximo aproveitamento e conforto ao utilizar a cozinha. Veja a seguir algumas dicas para um bom planejamento:

Passo 1 - Lay-out do espaço e vínculo existentes
Comece examinando a planta e avaliando o espaço disponível. Verifique atentamente os vínculos existentes (elementos físicos do local que não podem ser alterados):
- posição de portas e janelas (inclusive o espaço sob as janelas)
- medidas das paredes (largura e altura)
- obstáculos intransponíveis como colunas, aquecedor e outros
- base em alvenaria no piso
- posição da pia e da torneira
- posição do fogão (ponto de gás)

Passo 2 - interruptores, pontos de luz e hidráulica
Verifique a posição de interruptores e pontos de água, gás, luz, campainha, etc. Procure saber por onde passam as tubulações de água e gás para q8e as instalações na parede não afetem os canos.

Observe se já existe uma predisposição para uma bancada de eletrodomésticos que necessitam de diversas tomadas próximas (o que significa que uma bancada precisará ficar ali).

Com esses 2 passos você normalmente já consegue restringir bastante as opções de disposição dos móveis e entender melhor com quais espaços pode contar.

Passo 3 - estudo da disposição geral da cozinha
Determine a melhor disposição geral da cozinha (em ilha, em "L", em "U", paralela ou linear) observando a área disponível e suas necessidades.

Uma dica é procurar identificar áreas de trabalho distintas, por exemplo, espaço da geladeira, espaço de armazenar/dispensa, espaço de trabalho, espaço de cozinhar, espaço de comer.

Uma dica importante é estudar a disposição do "triângulo de trabalho" geladeira-pia-fogão - conhecida como "regra do triângulo".

Segundo ela, todo o funcionamento da cozinha está baseado no uso da pia. A pia se encontra no vértice de um triângulo imaginário, tendo a geladeira e o fogão nos outros dois vértices. Essa regra pode ser aplicada a todos os formatos de cozinha, exceto às lineares.

Visualizar esse triângulo de trabalho é importante para dispor da melhor forma as áreas de trabalho entre as quais há maior fluxo de movimentos.

Confira na imagem abaixo, a regra do triângulo de trabalho em diferentes configurações de cozinha.



Passo 4 - disposição de outros elementos importantes
Defina a melhor posição de outros elementos também importantes na cozinha, observando o espaço disponível e a circulação pelo ambiente:
- microondas
- eletrodomésticos
- mesa/bancada de trabalho
- freezer (se existir)

Passo 5 - disposição dos módulos de cozinha
Planeje a disposição dos módulos começando de preferência pelos maiores ou por aqueles que têm vínculos, levando em consideração que tipo de módulo será necessário de acordo com a disposição dos elementos. Por exemplo, ao lado do fogão, é interessante deixar um módulo porta-temperos, ao lado da pia, um módulo porta-toalhas e assim por diante.

Procure manter a modulação o mais uniforme possível, ou seja, utilize de preferência as mesmas medidas para os módulos inferiores e superiores. Por exemplo, se utilizar um módulo superior de 80 cm de largura, o módulo que fica abaixo dele, pode ser um módulo inferior de 80 cm de largura ou dois módulos de 40 cm, o alinhamento das portas proporciona uma uniformidade da cozinha.

Lembre-se que a cozinha Yep apresenta diversas combinações de medidas que podem ser empregadas para utilizar todo o espaço existente:

30 / 40 / 50 / 60 / (30+40) = 70 / 80 / (40+50) = 90/ (50+50) = 100 e assim por diante...

ALGUMAS DICAS ÚTEIS
Avalie como será usada a sua cozinha:
- quantas pessoas há na casa (disso pode depender, por exemplo, o tamanho da mesa e a quantidade de cadeiras);
- como é a rotina da casa: quem cozinha? São preparadas refeições todos os dias? (pode indicar o espaço de armazenamento necessário);
- que atividades são realizadas no espaço? Há TV ? São consumidas refeições nesse espaço ou a cozinha é utilizada apenas para o preparo?

Dicas de disposição dos elementos
- A geladeira nunca deve ser colocada diretamente do lado do fogão; o calor do fogão pode prejudicar o funcionamento da geladeira.
- Geladeiras normalmente têm portas reversíveis (é possível inverter o lado da abertura). Esse não deve ser um obstáculo no projeto.
- Recomenda-se garantir algum espaço livre em torno da geladeira para permitir a circulação de ar (3 a 5 cm nas laterais e 15 cm no topo)
- O forno de embutir requer algum espaço dentro do módulo onde é instalado (normalmente 5 cm nas laterais e 5 na profundidade) para proporcionar a circulação e saída do ar quente. É importante ter as especificações do fogão para confirmar as medidas.

ERGONOMIA & CIRCULAÇÃO
A Ergonomia é o conjunto de conhecimentos relativos ao homem e necessários à concepção de produtos que possam ser utilizados com o máximo de conforto e eficácia. O projeto deve ser compatível com as dimensões do corpo dos usuários, com a movimentação das pessoas no ambiente, com as diferentes funções exercidas na cozinha.

Circulação
Em média, para cada indivíduo existe uma área compreendida por 60x50cm denominada zona de contato, que forma uma elipse ao redor da pessoa.
A partir desta área, é possível determinar as áreas mínimas para circulação de pessoas em vários ambientes. Recomenda-se observar as seguintes medidas no projeto:
- Distância mínima para passagem de uma pessoa é de 60 cm.
- Distância mínima para uma pessoa agachar é de 76 cm.
- Distância mínima para passagem de duas pessoas é de 120 cm.
- Para as cozinhas em configuração paralela deixar no mínimo 120 cm de vão entre as 2 fileiras de móveis.

Alturas dos módulos
É conveniente saber a altura da pessoa que utilizará a cozinha para determinar a altura ideal da bancada. Uma pessoa alta manterá uma postura curvada para trabalhar o que pode proporcionar desconforto.

altura da pessoa (cm)altura do tampo (cm)
1,50 - 1,6078 - 90
1,60 - 1,7083 - 95
1,70 - 1,8090 - 103
1,80 - 1,9095 - 110
A altura dos módulos inferiores, superiores, tampos, prateleiras, acessórios e demais elementos, depende das alturas das pessoas que utilizam a cozinha. A tabela ao lado recomenda a altura aproximada do tampo (módulos inferiores) com relação à altura da pessoa.

Módulos com porta basculante
A altura do módulo varia de acordo com a altura da pessoa. Uma forma de perceber a altura ideal é utilizar como guia alinha dos olhos do usuário. Os módulos superiores basculantes devem estar no mínimo a 66 cm de altura acima do tampo. Isto porque ao abrir a porta, o usuário deve ver o que se encontra no interior do módulo. Pessoas mais altas necessitam dos módulos posicionados acima de 66cm.

Situações especiais
Os portadores de necessidades especiais devem ter no projeto, adaptações que facilitem a realização das funções. Recomendações:
- A pia, fogão e áreas para preparo, podem ter somente os tampos sem balcões inferiores. Para permitir que a cadeira de rodas entre embaixo dos mesmos.
- As prateleiras e os módulos superiores devem ser instalados em uma altura menor.
- A largura mínima de uma passagem para usuários de muletas é de 72 cm.

Me ajudou muito espero que ajude alguem tbm bjunda